201106-rachelcamara-site-fundo-07.jpg

AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA

A Avaliação Neuropsicológica é um processo com começo, meio e fim, que tem como objetivo investigar o funcionamento cognitivo do paciente mapeando as funções cerebrais que se encontram comprometidas e as que estão preservadas. São aplicadas técnicas de entrevistas, exames quantitativos e qualitativos, cientificamente validados, das funções cognitivas abrangendo a atenção, memória, linguagem, funções executivas, dentre outras. Também são avaliados aspectos emocionais e de personalidade do paciente.

Ao final do processo, entrega-se um laudo com o resultado final da avaliação e sugestões de encaminhamentos.

A Avaliação Neuropsicológica pode atender a fins diversos: avaliação diagnóstica, avaliação de respostas a tratamentos, auxilio para planejamento de reabilitação, perícia e pesquisa, porém é muito utilizada como ferramenta auxiliar em diagnóstico, como: TDAH, TEA, déficit de atenção, dislexia, Alzheimer, Parkinson, avaliação de QI, AVC, entre outros.

Na maioria dos casos a avaliação é solicitada por médicos de diferentes especialidades, neurologistas, psiquiatras, geriatras, pediatras etc., mas também podem ser solicitadas por outros profissionais da área da saúde, como T.O., fonoaudiólogo, fisioterapeuta, nutricionista, pela escola ou até mesmo pelo próprio paciente ou familiar.

No caso de crianças e/ou adolescentes a Avaliação Neuropsicológica é indicada em questões relacionadas a:

 

  • Dificuldades escolares;

  • Distúrbios de aprendizagem;

  • Déficits no desenvolvimento da linguagem, dislexia;

  • Interação social;

  • Transtornos Psiquiátricos (Transtornos Ansiosos, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, Transtorno do Espectro Autista, Transtorno de Conduta).
     

No caso de adultos e/ou idosos a Avaliação Neuropsicológica é indicada em questões relacionadas a:

  • Distúrbios cerebrais conhecidos, como: transtornos do desenvolvimento, doença de Alzheimer, doença de Parkinson, tumores, convulsões, infecções, etc;

  • Acidente Vascular Cerebral (AVC);

  • Transtornos psiquiátricos (principais): esquizofrenia, TOC, depressão;

  • Traumatismo Cranioencefálico (TCE);

  • Uso abusivo de álcool e drogas.
     

O processo de avaliação neuropsicológica é realizado em 6 a 10 sessões (dependendo do paciente) com duração de 50 minutos cada.

201106-rachelcamara-site-fundo-01a.png

Quer saber mais?